quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Renan Calheiros pede desculpa por 'inverdades do Estado' ao devolver mandato de Jango. Acredite,esses corruptos falam em nome do povo.

Renan Calheiros pede desculpa por 'inverdades do Estado' ao devolver mandato de Jango.




O presidente do Senado,Renan Calheiros,um Senador processado por,peculato,uso de documento falso,falsidade ideológica na tarde de quarta feira,pediu desculpas pela inverdade patrocinada pelo Estado brasileiro, com a participação do Poder Legislativo, do Poder Judiciário, de um ilustre brasileiro, um patriota", afirmou ele, em discurso, que contou com a participação da presidente Dilma Rousseff e integrantes do governo, como o ministro da Defesa, Celso Amorim, e os comandantes das Três Forças Armadas.

Renam critica STF e diz que só Congresso pode fazer leis.


Renan Calheiros ofereceu a João Vicente Goulart, um dos filhos do ex-presidente, um diploma de restituição simbólica do mandato do ex-chefe de Estado brasileiro, além de cópia documentos representativos para João Goulart, como termos de posse e cópia dos compromissos prestados. Para Renan, a devolução do mandato do presidente deposto "representa, além de justiça, a exumação da verdade".




Para o filho do presidente deposto, o golpe não foi contra João Goulart, mas contra as reformas de base que ele havia proposto fazer em mensagem enviada ao Congresso Nacional no início de 1964. Ele disse que, até hoje, as reformas precisam ser feitas.




Até quando teremos que ser enganados,e agora mais isso,teremos que aceitar?


E esses bandidos ainda falam em nome do povo,bando de corruptos.




A guerrilha comunista teve início em 1961 no Brasil - e não após 1964, como propaga a esquerda mentirosa -, quando o presidente João Goulart ocultou e repassou secretamente a Fidel Castro as provas da intervenção armada de Cuba no Brasil. Provas? Leia os verbetes abaixo, que constarão de meu livro A Língua de Pau - Uma história da intolerância e da desinformação.(Félix Maier)


Fidel Castro entre João Goulart e Juscelino Kubitschek, num dos salões do Palácio Laranjeiras / Arquivo/06-05-1959


Para a formação do “homem novo”, a história também deve ser nova. A Coleção de Pau (de langue de bois - língua de pau) surgiu durante o Governo João Goulart, na “Campanha de assistência ao estudante”, do MEC, em que os livros tradicionais de História foram reformulados, os fatos interpretados sob a ótica marxista. O MEC editou também a cartilha “Viver é lutar”, reconhecida pela Conferência Nacional dos Bispos, para a alfabetização rural - ou melhor, alfabetização marxista. A rádio Ministério da Educação (Rádio da Verdade) era utilizada para propaganda comunista. Nada mais que o Pravda (“Verdade”) em ação.

MEC (Movimento de Esquerda Comunista) .




Esses terroristas no poder querem a todo custo uma América Comunista.

O povo brasileiro tem que reagir logo,pois o tempo se finda,e os comunistas estão ganhando terreno.




                  Acorda meu Brasil.




Quando se findar o tempo,não haverá espaço para lamentações,e sim espaço para lágrimas,dor e muito sangue,manchando a história do Brasil.