domingo, 31 de maio de 2015

Mais de 160 mil crianças sendo doutrinadas no Brasil pelo MST,para lutarem na revolução,esses vermes seguindo a risca o Livro Vermelho de "Mao Tse Tung da China!!! E o que a maioria dos brasileiros fazem para impedir isso? Nada!!! Aqui não se tem oposição,aqui não se tem pessoas com coragem o suficiente para lutar,só se enfurecem na frente do computador com comentários esbravejantes,xingam só no conforto de seus lares,povo covarde e omisso,Deputados,Senadores covardes e corruptos,mas na hora que realmente os comunistas baterem na sua porta,na hora que sentirem na pele a dor e o sofrimento de perder seus bens e sua liberdade,não terá tempo mais pra lamentações,e sim muita dor,lágrimas e sangue,e por omissão de um povo,todos pagarão com a mesma moeda!!! Tem muitos vermes que acham que o Impeachment da Presidente sairá e que resolverá tudo isso,que um dia de protestos,resolverá tudo isso e que os vermes assassinos cairão,bando de idiotas úteis,quem cairá são vocês,e esses comunistas assassinos pisarão em suas cabeças,e não terão tempo nem de chorar,povo omisso e covardes.

O que antes eram anjos, agora serão e estão sendo transformados em demônios assassinos!!!

Vídeo denúncia: Autoria - Grupo Direita Forte.

                                 Assista:







Mais de 160 mil crianças sendo doutrinadas no Brasil pelo MST,para lutarem na revolução,esses vermes seguindo a risca o Livro Vermelho de "Mao Tse Tung da China!





E assim como eu digo sempre : A Venezuela é um espelho e o que acontece lá é refletido aqui!  Vejam abaixo as imagens,tudo começou ainda quando Hugo Chávez estava vivo:



                Vídeo - adoctrinamiento  escolar - Venezuela


                                               Assista:




Comunas, "recluta" a niños brasileños para ser adoctrinados bajo los preceptos de la revolución bolivariana !

Comunas "recrutam crianças brasileiras para serem doutrinadas sob os preceitos da revolução bolivariana!

El adoctrinamiento cubano-chavista a través de los textos escolares empieza desde la más tierna infancia de los venezolanos, plantea Ludmila Vinogradoff, corresponsal  en Caracas, quien apeló a criterios de historiadores, pedagogos y miembros de organizaciones no gubernamental que velan por los derechos humanos y la preservación de las libertades democráticas en el país.

A doutrinação cubano-Chávista através de livros escolares começa a partir da primeira infância dos venezuelanos no levantamento de Ludmila Vinogradoff correspondentes do ABc em Caracas, que recorreu a critérios de historiadores, educadores e membros de organizações não-governamentais que monitoram direitos humanos e da preservação das liberdades democráticas no país. 

Assim como na Venezuela,aqui no Brasil está se refletindo o mesmo:


Fazendo com que as crianças brasileiras aprendam a idolatrar a bandeira cubana!



Venezuela niños aprenden que Simon Bolivar fue un precursor y Hugo Chavez el libertador

Na Venezuela,as criança aprendem que Simon Bolivar foi o precursor e que Hugo Chávez o Libertador.




Los ‘curiosos’ métodos de educar a los niños y adolescentes venezolanos se ha vuelto en un evidente intento de deformar la verdadera historia, denuncian los profesores que se oponen a utilizar los libros brindados por el Gobierno venezolano.

“No consideramos pertinentes esos libros. Están repletos de ideología y no tienen realmente un contenido que brinde conocimientos a los niños”, señala desde Caracas María Teresa Clemente, secretaria de Comunicación de la Federación Venezolana de Maestros.


Os 'curiosos' métodos de educar crianças e adolescentes na Venezuela tornou-se em uma aparente tentativa de distorcer a verdadeira história, denunciam os professores que se opõem usando os livros fornecidos pelo governo venezuelano.


"Nós não consideramos relevante esses livros. Estão cheios de ideologia e não tem realmente um conteúdo que forneça conhecimento para as crianças ", disse Maria Teresa de Caracas Clemente, secretária de Comunicação da Federação Venezuelana de Professores.






Sin embargo, la realidad dice que los libros, de la Colección Bicentenaria, son los oficiales y son de distribución gratuita y uso obligatorio por disposición del Ministerio de Educación.


La ONG Venezuela Awareness dice que los textos “contienen una alta carga de doctrina ideológica del socialismo”. Además, “llevan a eliminar el pensamiento crítico de los niños y a crear las bases para el adoctrinamiento hacia una ideología única, que es la ideología de la Revolución Bolivariana”.


No entanto, a realidade é que os livros da Coleção Bicentenário, são os oficiais e são de distribuição gratuita obrigatória, por ordem do Ministério da Educação.

A ONG  Venezuelana Awareness,diz que os textos "contêm uma elevada carga de doutrina ideológica do socialismo". Além disso, "eles levam retirar o pensamento crítico das crianças e a criar  base para doutrinação em uma única ideologia, que é a ideologia da Revolução Bolivariana".


Por ejemplo, el libro de Matemáticas de primer grado instruye a los niños sobre la existencia de las Comunas’, las mismas que “significan la destrucción del Estado democrático para proceder a implementar un modelo socialista de la revolución bolivariana”. “Aquí tenemos niños que están siendo adoctrinados para obtener desde una temprana edad una visión favorable de un proyecto político”, agrega la ONG.

Una de las tareas del libro indica que los alumnos deben averiguar cuál es la organización comunal (socialista) más cercana a su casa para que la visiten junto a su maestra. Asimismo, se presentan varios ejercicios con contenido propagandístico, tales como las ‘Arepas Socialistas’, la mercancía a bajos precios adquiridos a través de los mercados subsidiados, más conocidos como Mercal, sus programas sociales o sus peculiares organismos creados, tales como el Viceministerio de la Suprema Felicidad.


Por exemplo, o livro do primeiro grau de matemática ensina as crianças sobre a existência das comunidades "Socialistas", o mesmo que "significa a destruição do estado democrático para proceder à implementação de um modelo socialista da revolução bolivariana". "Aqui temos crianças sendo doutrinadas desde uma idade precoce a  ter uma visão favorável de um projeto político," alertam as ONGs.


Uma das tarefas do livro indica que os alunos devem descobrir o que a organização da comunidade (socialista) mais próximo de sua casa para visitá-lo com seu professor. Além disso, vários exercícios com conteúdo de propaganda, tais como as "Arepas socialistas"as mercadorias a preços baixos adquiridos através de mercados subsidiados mais conhecidos como Mercal, os programas sociais ou seus peculiares criados, tais como o Vice-ministério da Felicidade Suprema.


Sin embargo, la preocupación más grande sobre la educación de esta generación de venezolanos es que se les está tergiversando la historia de su sociedad.


Por ejemplo, cada niño recibe un ejemplar de la ‘Constitución Ilustrada’, libro en el que aparecen imágenes de un Hugo Chávez enaltecido, elevado al mismo rango de Simón Bolívar (y hasta un poco más).

“Una de las cosas más preocupantes que enseña (la Constitución Ilustrada) es que el precursor de la libertad de Venezuela es Simón Bolívar, y que el que liberó a Venezuela, el que logró la independencia, se llama Hugo Chávez”, comentó otra representante de la ONG. “En algunas de las imágenes, Simón Bolívar se muestra disminuido ante un Chávez todopoderoso”, agregó.

No entanto, a maior preocupação com a educação dessa geração de venezuelanos é que está se desvirtuando-lhes a história de sua sociedade.

Por exemplo, cada criança recebe um exemplar do livro a "Constituição Ilustrada", que mostra imagens de um Hugo Chávez exaltado, elevado para o mesmo posto de Simon Bolivar (e até um pouco mais).

"Uma das coisas mais perturbadoras ensinadas a (Constituição Ilustrada) é o precursor da liberdade de da Venezuela é Simón Bolívar, e que quem libertou a Venezuela, que alcançou a independência se chama de Hugo Chávez", disse outro representante ONG. "Em algumas das imagens,mostra Simon Bolivar  diminuído,ante um Chávez todo 
poderoso 

acrescentou.

El actual gobierno es acusado de sus esfuerzos exagerados por reescribir la historia con una imposición prepotente de su visión del pasado. El espacio dedicado a las presidencias durante los 40 años de democracia que presiden a Chávez solo ocupan una página, mientras que el periodo que corresponde a su mandato abarcan hasta 20 páginas.

O atual governo é acusado de seus esforços exagerado para reescrever a história com uma imposição prepotente de sua visão do passado. O espaço dedicado às Presidências durante os 40 anos de democracia que precedem a Chávez só ocupam uma página, enquanto o período correspondente ao do seu mandato cobre até 20 páginas.






“Se ha cortado mucho la historia. Y la interpretación de la historia gira en torno al papel que jugó un solo presidente (Chávez), como si la trayectoria histórica anterior fuese irrelevante. 



Los libros solo reconocen a un presidente, condenando a un papel anecdótico a los cinco jefes de Estado anteriores a Chávez. Cuando habla de los demás presidentes, se refiere a ellos como lo más nefasto que ha existido, y eso no es así, con toda sus debilidades y fortalezas”, señalan.

Finalmente, entre otros tantos casos particulares, los textos contextualizan  la retórica chavista anticapitalista, siendo Estados Unidos el gran enemigo de la patria.

"Se cortou muita da história. E a interpretação da história gira em torno do papel desempenhado por um único presidente (Chávez), como se o registro histórico anterior era irrelevante.

 Os livros reconhecem apenas um presidente, condenando um papel anedótico para os cinco chefes de Estado antes de Chávez. Quando se fala dos outros presidentes, refere a eles como nefasto que tem existido, e que não é assim, com todos os seus pontos fracos e fortes ",asinalou a ONG.

Finalmente, entre muitos outros casos individuais, textos contextualizar a retórica 
chavista

 anticapitalista ,e os EUA sendo o grande inimigo do país.

Por isso tudo digo,o que esta acontecendo aqui no Brasil,"é o reflexo do que está acontecendo na Venezuela".



Veja como o desgoverno brasileiro segue a risca a cartilha comunista e bolivariana:

Usando o MEC - esse método de ensino que não passa de um método destorcendo a verdadeira história no qual eu intitulei como (MEC-Movimento de Esquerda Comunista).

Cartilhas nas escolas brasileiras:





Marxismo Cultural: Doutrinando e destruindo os filhos do brasil:










 Decálogo do Neocomunismo no Brasil
1. Destrua a Democracia sem assumir esse propósito;

2. Extermine as Instituições, corrompendo os seus pilares;

3. Assalte os cofres públicos e quebre a economia da Nação;

4. Torne o Povo miserável e dê-lhe esmolas de dominação;

5. Promova o caos, o desemprego nas demais classes sociais e proponha Reforma Política como solução;

6. Finja ser Democrata e não cesse de aparelhar o Estado, ao mesmo tempo em que enfraquece, ludibria a População de qualquer capacidade de reação;

7. Não invista na Educação, tornando o Cidadão presa fácil por sua própria ignorância, desestímulo e inaptidão;

8. Lavagem cerebral nas novas gerações, para que não saibam discernir, para que não tenham Valores nem Princípios;

9. Compre lideranças, na Imprensa, Poderes Instituídos, Sociedade Civil, Empresariado, Universidade e Clero;

10. Quando criticado, acuse os Patriotas daquilo que você é e siga mentindo, saqueando, degradando, golpeando o Estado Democrático de Direito, bem como a Soberania do Brasil.









             O TEMPO SE FINDA BRASIL.