quinta-feira, 12 de maio de 2016

As vezes sinto,se eu dormir,eu amanhecerei sem País!

Vamos lembrar um pouco do passado desses Heróis do povo que não se informam,nesse Circo Armado pelos Deputados e agora pelos Senadores da República e que uma maioria dos Impeachmistas dizem que os representa! Deixo bem claro nenhum deles me representa:

Mas antes de mostrar alguns dos heróis dos impeachmistas,assistam esse vídeo,ele é curtinho:


                                               VÍDEO : 

POR ISSO DEPUTADOS SENADORES NÃO QUEREM UMA INTERVENÇÃO:








1- Magno Malta:

Vejam só,como eu disse o Impeachment não vai resolver nada,o país continua nas mãos dos corruptos,o Impeachment é um dispositivo para que um saia sem nenhuma punição severa a não ser o afastamento por 8 anos da vida pública,quer dizer que não pode se candidatar em nenhum cargo público por 8 anos!

Mas depois disso pode voltar a se candidatar assim como o Collor,hoje Senador eleito pelo povo do seu Estado.

Impeachment é o "CONTINUÍSMO"!

Mas voltando a falar do Senador que se esbraveja no Congresso Nacional como um homem integro,que agora os Impeachmistas comentam nas redes: Esse é o cara,esse nos representa e por ai vai!





Ele é a favor do desarmamento,porque não desarma seus seguranças Magno Malta?


A mim ele não representa,saiba um pouquinho desse herói de ninguém,um dos maiores apoiadores da campanha de Lula e de Dilma Rousseff,mas agora vendo que o barco está afundando,para que ele não afundasse junto,e como oportunista que é,pula fora e começa a fazer as suas encenações no Congresso,e o povo impeachmistas acreditam que ele,é um homem honrado e digno de ser seu representante:




Magno Malta nasceu em Itapetinga, BA, no dia 16 de outubro de 1957. Sua carreira política, contudo, iniciou-se no Espírito Santo. Foi Vereador de Cachoeiro do Itapemirim entre 1993 e 1994, Deputado Estadual entre 1995 e 1998, Deputado Federal entre 1999 e 2003. Atualmente é Senador, eleito pelo antigo PL (Partido Liberal) e atual PR (Partido da República).[i] Formado em teologia, é pastor e cantor evangélico e faz parte da bancada evangélica do Senado. Tem ganhado bastante destaque na mídia graças ao seu trabalho de combate a pedofilia, o que é muito louvável.

Mas nem tudo são flores. Em 2006, Magno Malta foi citado no relatório da CPMI das sanguessugas, esquema de desvios de verbas pela compra de ambulâncias superfaturadas. Entre 1995 e 2009 Magno Malta teria se beneficiado por atos secretos do Senado, esquema de nomeações ilegais de “funcionários” para cargos de confiança, o mesmo escândalo que arranhou a imagem de José Sarney, mas nem chegou perto de ameaçar seu mandato e seu cargo de presidente do Senado.[ii] Em 2005, Magno Malta foi acusado de participar do desvio de verbas da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, O caso, Lineart, onde dinheiro público era mandado [desviado] para associações sem fins lucrativos, algumas inexistentes. Em 2009, Magno Malta esticou – com dinheiro público – uma viagem da Índia para Dubai, onde o excelentíssimo Senador foi fazer turismo as nossas custas.

Deixo mais esse link para mais atos heroicos desse Senador:

http://www.magnomalta.com/portal2/index.php/outras-notas-mainmenu-45/1779-magno-malta-diz-que-lula-criou-um-pade-oportunidades

Só um resumo do grande Magno Malta o herói dos Impeachmistas:

Agora vamos ao segundo Herói dos impeachmistas:



2- Senadora Ana Amélia:


Também muitos desinformados comentando nas redes que essa mulher tem fibra,honesta,tem coragem,ela nos representa,tem até pessoas dizendo que ela representa o povo brasileiro,já vou logo dizendo,uma corrupta como a Senadora Ana Amélia não me representa!

Conheça um pouquinho da Senadora Ana Amélia,a heroína dos Impeachmistas:





Ana Amélia Lemos é uma jornalista e política brasileira, filiada ao Partido Progressista. Trabalhou como colunista e comentarista do Grupo RBS em Brasília. É atualmente senadora pelo Rio Grande do Sul.

Nascimento: 23 de março de 1945 (71 anos), Lagoa Vermelha, Rio Grande do Sul
Cônjuge: Octávio Omar Cardoso (a 2011)
Partido: Partido Progressista - PP


Uma foto que mostra com orgulho,e veja sua felicidade de quando era repórter nos anos 80,por ter tirado essa foto com um dos maiores assassinos da humanidade,onde o entrevistou:





Uma matéria do Jornal O Globo (11/12/2014) mostra uma carta de agradecimento da Senadora Ana Amélia à Empreiteira OAS, que como todos sabem, é uma das envolvidas na Operação Lava Jato. Já sabemos pelo Ministério Público e pelo STF, que TODA a bancada do PP da Ana Amélia esta envolvida. E aí vejo uma matéria destas. Muito estranho. Mais estranho ainda, é que aparentemente o agradecimento é por nada, já que na prestação de contas da Campanha da Ana Amélia não há nenhuma doação da OAS. A fala da Senadora na matéria

“Enviei carta de agradecimento a todos que, de alguma forma, ajudaram a cumprir o desafio de concorrer em uma campanha majoritária no quinto maior colégio eleitoral do país, obedecendo a legislação em vigor, relativa ao financiamento das campanhas eleitorais”, disse a senadora.(…)

“…ajudaram a cumprir o desafio de concorrer em uma campanha majoritária…” .É isto que a Senadora falou ao O Globo.  Ué. Não apareceu nenhuma doação oficial da OAS na Prestação de contas da Campanha dela, segundo a própria matéria. Aí aparece uma outra explicação da Senadora: Teria havido uma doação de uma empresa chamada Construtekma, não a campanha dela, mas ao PP nacional, que teria então repassado o recurso para a campanha de…Deputados Estaduais do PP.

A Construtekma deve mesmo ter passado este recurso ao diretório nacional do PP, que provavelmente repassou estes recursos para a campanha de Deputados do PP.

Mas a  Ana Amélia não fala da campanha proporcional, dos deputados. Ela diz que mandou a Carta à OAS por que segundo ela, foi um dos que “…ajudaram a cumprir o desafio de concorrer em uma campanha MAJORITÁRIA…” Ou seja, ela diz que agradeceu a OAS por apoiar a sua própria campanha e não a da campanha PROPORCIONAL dos deputados do PP.

Se a Ana Amélia fosse do PT, a Globo com certeza teria feito mais questionamentos do que fez na matéria. Mas como ela foi funcionária da RBS, subsidiária da Globo, e é apoiada pelo Agro Negócio, passou de lombo liso. Passou de lombo liso como passaram até então os Deputados do PP do RS, que agora sabemos, denunciados na Lava Jato, mas que em nenhum momento foram sequer mencionados pela Zero Hora e pela RBS, que no entanto passou o tempo todo publicando vazamentos de gente do PT. A mesma RBS que dava microfones, telinhas e linhas para permitir que estes mesmos sujeitos sentassem o pau no PT diuturnamente, seguindo aliás a lógica da Globo, de dizer que o PT seria uma instituição corrupta. Ao fim, vimos que o PT pode até ter 6 parlamentares envolvidos. Mas esta muito longe do PP, que tem 32 envolvidos. E no caso, toda a bancada federal do PP gaúcho. O PP da Ana Amélia, do Heinze, do Goergen e da turminha deles, são campeões de denúncias da lava jato. Tanto a nível nacional como a nível Estadual. O Rio Grande do Sul, por conta desta turma é o Estado com mais envolvidos na Lava Jato. E nenhum deles é do PT. Uma vergonha para os gaúchos que continuam acreditando nas meias verdades e nas mentiras da RBS e acaba votando cegamente. Só não votaram em massa na Ana Amélia, por que as redes sociais mostraram um pouco do que a Ana Amélia representava. Infelizmente a gauchada acreditou naquela história de ódio e mentiras divulgadas contra o PT pela grande mídia e por esta mesma RBS, subsidiária da Globo, que aliás não falou sobre o aparecimento desta carta, ou se falou, escreveu tão pequenininho que ninguém viu. E o PP, que já teve outros nomes, depois de ter sido ARENA de apoio a ditadura militar, pelo jeito vai mudar de nome de novo. Agora vai ser PH – Partido da Hipocrisia.

Abaixo vai parte da matéria de O GLOBO. Se quiser ler a matéria na íntegra, é só ir no site - O Globo:

(…) Carta de agradecimento
Uma carta de agradecimento da senadora Ana Amélia (PP), que disputou o governo gaúcho neste ano, foi encontrada no avião de José Aldemário Pinheiro Filho, presidente da OAS, preso pela PF na última etapa da Operação Lava-Jato, em 14 de novembro. Ana Amélia fez ainda anotações a mão agradecendo a “Leo Pinheiro”, apelido do executivo, e elogios à Arena do Grêmio, construída pela OAS.
Na prestação de contas da senadora, porém, não há registro de doação recebida pela empreiteira ou por suas subsidiárias. Em resposta ao GLOBO, ela afirmou que esteve com um outro executivo da OAS, Carlos Henrique Lemos, em 1º de setembro durante visita ao estádio do Grêmio. Afirmou que estava junto com o presidente do PP gaúcho, Celso Bernardi. A doação, de R$ 400 mil, foi então realizada por meio da Construtekma. O dinheiro, no entanto, foi direcionado pelo PP para campanhas de deputados estaduais. Ana Amélia disse não conhecer pessoalmente Pinheiro e que o agradecimento se deve a essa doação.
“Enviei carta de agradecimento a todos que, de alguma forma, ajudaram a cumprir o desafio de concorrer em uma campanha majoritária no quinto maior colégio eleitoral do país, obedecendo a legislação em vigor, relativa ao financiamento das campanhas eleitorais”, disse a senadora.(…)

E deixo aqui mais um Link sobre essa heroína dos Impeachmistas:

http://www.sul21.com.br/jornal/ana-amelia-foi-cc-do-marido-no-senado-enquanto-era-diretora-da-rbs/

Mais um herói dos impeachmistas,o Grande Senador Ronaldo Caiado,homem honrado e honesto esse nos representa! A mim não,essas são os comentários dos Impeachmistas,saibam um pouquinho desse herói dos impeachmistas:


3- Ronaldo Caiado:






Família Caiado explora trabalho escravo
Reproduzo artigo de Maurício Hashizume e Rodrigo Rocha, publicado no Repórter Brasil:






Não era apenas a cerca de mourões, por eles mesmos reconstruída a partir do desmate de mata nativa, que impunha limites à dignidade de trabalhadores da Fazenda Santa Mônica, em Natividade (TO). Alojados em cinco barracos de lona e madeira erguidos sob chão de terra em pontos isolados do imóvel e próximos às frentes de trabalho, não tinham acesso a banheiros, água potável, energia elétrica, leitos e alimentação minimamente decentes.

Expostos a riscos e intempéries para demarcar as fronteiras da propriedade e impedir a dispersão do gado do patrão há mais de mês, custeavam ainda as refeições (havia servidão por dívidas, pois os gastos com a comida eram subtraídos pelos "chefes de barraco"), as próprias ferramentas de trabalho e até o combustível das motosserras.

Para completar o quadro de extrema precariedade, sofriam descontos ilegais dos salários na esteira do pagamento por produção e não recebiam os equipamentos de proteção individual (EPIs) exigidos para as atividades. Algumas das carteiras de trabalho estavam retidas com o empregador e muitos não descansavam sequer aos domingos. Viviam nessa situação 18 empregados.

Quer ler a matéria na integra,deixo o Link abaixo:

http://altamiroborges.blogspot.com.br/2010/08/familia-caiado-explora-trabalho-escravo.html

Caiado recebeu doações de Carlinhos Cachoeira:
O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO),foi acusado de ter recebido doações do contraventor Carlinhos Cachoeira em suas campanhas para deputado federal. Em artigo publicado no jornal goiano Diário da Manhã, Demóstenes afirma que basta "seguir o dinheiro" para descobrir as "digitais do anjo caído".






"O ex-senador Demóstenes Torres se irritou com críticas do atual senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) na revista 'Veja', e escreveu um artigo devastador no 'Jornal da Manhã', entregando os podres de Caiado, José Agripino (DEM-RN) e do governador Marconi Perillo (PSDB-GO).

Trechos do artigo que descrevem condutas criminosas (alô, Dr. Janot) ou aéticas:

"O PSDB resolveu salvar Marconi Perillo [na CPI do Cachoeira], que gastou uma fortuna dos cofres públicos para custear sua absolvição.

Ronaldo [Caiado], fazia sim, parte da rede de amigos de Carlos Cachoeira, era, inclusive, médico de seu filho. Mas não era só de "amizade" que se nutria Ronaldo Caiado. Peguem as contas de seus gastos gráficos, aéreos e de pessoal, notadamente nas campanhas de 2002, 2006 e 2010, que qualquer um verá as impressões digitais do anjo caído [Cachoeira]. Siga o dinheiro.

(...) em relação a Agripino Maia, figura pouquíssimo republicana (...), poucos sabem, mas o político potiguar e seus companheiros de chapa em 2010 foram beneficiados pelo "esquema goiano", com intermediação de Ronaldo Caiado.

Ronaldo Caiado é chefe de um dos mais nocivos vagabundos de Goiás, o delegado de polícia civil aposentado, Eurípedes Barsanulfo (...) este sim, era prócer das máquinas caça-níqueis em Goiás. Ronaldo, uma vez, inclusive, me pediu para interferir junto a Carlos Cachoeira para ampliar a atividade de Eurípedes no jogo ilícito.

(...) ACM Neto, que financiou sua última campanha em Goiás e que lhe assegurou, caso perdesse a eleição, o confortável posto de secretário de saúde em Salvador.

Caiado costuma passar suas férias [na Bahia] às expensas da empresa OAS.

Você diz em seus discursos que Caiado não rouba, não mente e não trai. Você rouba, mente e trai.


Continue fingindo que é inocente e lembre-se que não está na sarjeta porque eu não tenho vocação para delator."




Parlamentar é apontado pela prática de captação e uso ilícito de recursos para fins eleitorais: Ministério Público Federal -


http://noticias.pgr.mpf.mp.br/noticias/noticias-do-site/copy_of_eleitoral/mpe-go-recorre-ao-tse-para-cassar-deputado-federal-ronaldo-caiado-1




Puxa vida,se eu for falar de todos os heróis desses impeachmistas,vou ter matérias pra muito tempo!


Mas vou falar só de mais um,o relator do Impeachment no Senado,mais um corrupto opsss quer dizer mais um herói dos Impeachmistas:
4 - Antonio Anastasia:

Antonio Augusto Junho Anastasia é um político, professor e advogado brasileiro, filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira. É graduado e mestre em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Nascimento: 9 de maio de 1961 (55 anos), Belo Horizonte, Minas Gerais

Partido Político: Partido da Social Democracia Brasileira






AÇÃO BILIONÁRIA ENVOLVE AÉCIO E ANASTASIA NA EXPLORAÇÃO DE NIÓBIO EM ARAXÁ
19 março, 2014  
NIÓBIO ENTREGUE


O Nióbio, riqueza que poderia significar a redenção da economia mineira e nacional, foi entregue, através de operação bilionária e ilegal, a empresa estatal japonesa, Japan Oil, Gas and Metals National Corporation, em parceria com um fundo de investimento coreano que representa os interesses da China. Este é o final de um ruidoso conflito instalado no centro do Poder de Minas Gerais que vem sendo, nos últimos dois anos, de maneira omissa e silenciosa, testemunhado pelo governador Antônio Anastásia.

AÉCIO E A CODEMIG
Desde 2002 o então governador e atual senador Aécio Neves entregou a condução das principais decisões e atividades econômicas do Estado de Minas a Oswaldo Borges da Costa, que assumiu a função estratégica de presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (CODEMIG). Criou um governo paralelo, onde as principais decisões sobre obras e investimentos das estatais CEMIG, COPASA, DER/MG, DEOP e das autarquias de MG ficaram a cargo de “Oswaldinho”.

PALÁCIO DA LIBERDADE E OS MILIONÁRIOS
Para sede da CODEMIG, caminharam nos últimos 10 anos investidores internacionais que tinham interesse no Estado. O Palácio da Liberdade transformou-se apenas em cartão postal e símbolo de marketing publicitário de milionárias campanhas veiculadas na mídia. Por trás deste cenário artificial operou um esquema de corrupção, que contou com a cumplicidade até mesmo da Procuradoria Geral de Justiça, que impedia a atuação do Ministério Público Estadual.

DISPUTA ENTRE FAMÍLIA NEVES FORTUNA DUVIDOSA
Foi necessária esta longa introdução, uma vez que à imprensa mineira jamais foi permitido tocar neste assunto para que se entenda o que agora, uma década depois, está ocorrendo.
Após a morte do banqueiro Gilberto Faria, casado em segunda núpcias com Inês Maria, mãe de Aécio, iniciou uma disputa entre a família Faria e a mãe de Aécio, sob a divisão do patrimônio deixado. Oswaldo Borges da Costa, casado com uma das herdeiras de Gilberto Faria, passou a comandar inclusive judicialmente esta disputa.
Diante deste quadro beligerante, as relações entre Aécio Neves e Oswaldo Borges da Costa acabaram, o que seria natural, pois Aécio fatalmente ficaria solidário com sua mãe. Mais entre Aécio Neves e Oswaldo Borges da Costa é público que existia muito mais, desta forma deu-se início a divisão do que avaliam ser uma fortuna incalculável.

ORIGEM DA FORTUNA…
No meio desta divisão estaria “a renda” conseguida e a conseguir através da diferença entre a venda subfaturada e o valor real no exterior do Nióbio. Peça chave neste esquema, a CBMM pertencente ao Grupo Moreira Salles, que sem qualquer licitação ou custo renovou o contrato de arrendamento para exploração da mina de Nióbio de Araxá pertencente ao Governo de Minas Gerais por mais 30 anos.

INVESTIDORES NÃO IDENTIFICÁVEIS?
Meses depois venderia parte de seu capital a um fundo Coreano, que representa investidores, não identificáveis.
Para se ter idéia do que significou, em matéria de ganho, a renovação para Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), que tem com atividade exclusiva a exploração da mina de Nióbio de Araxá – sem a mina cessa sua atividade – depois da renovação a empresa vendeu 15% de suas ações por R$ 2 bilhões, ou seja, levando em conta apenas o valor de suas ações a empresa valeria hoje R$ 28 bilhões, R$ 4 bilhões a menos que o Estado de Minas Gerais arrecada através de todos os impostos e taxas em um ano. Mas esta operação já havia causado desconfiança principalmente nas forças nacionalistas que acompanhavam de perto a movimentação.
CBMM, GRUPO MOREIRA SALES, MOLYCORP, ROCKFELLER“A CBMM tem o capital dividido entre o “Grupo Moreira Sales” e a “Molybdenium Corporation – Molycorp”, subsidiária da “Union Oil”, por seu turno, empresa do grupo “Occidental Petroleum – Oxxi”, muito embora seja fácil deduzir a prevalência do grupo alienígena, pelo histórico do banqueiro Walther Moreira Sales, tradicional “homem de palha” de capitalistas estrangeiros, inclusive de Nelson Aldridge Rockefeller, que tanto se intrometeu na política do Brasil”, afirmou à reportagem do Novojornal o Contra-Almirante Reformado Roberto Gama e Silva.
Acrescentando: “Circula por aí versão segundo a qual só as jazidas de nióbio dos “Seis Lagos” valem em torno de 1 trilhão de dólares. Necessário esclarecer que por sua localização e facilidade de exploração a jazida de Araxá vale muito mais que a “Seis Lagos”.

CADE – MINISTÉRIO DA JUSTIÇA OMISSO, FAVORECE AS CLASSES INTERNACIONAIS
Evidente que o Ministério Público mineiro já está investigando esta renovação do arrendamento celebrado pela CODEMIG, porém, ela nada significa perto do crime praticado contra a soberania nacional que foi a venda de parte das ações da CBMM, dando poder de veto a uma empresa estatal japonesa. Foi uma operação cheia de irregularidades com a questionável participação de órgãos que deveriam fiscalizar este tipo de operação como o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), subordinado ao Ministério da Justiça.
A operação foi aprovada em prazo recorde e com base em um parecer de folha única, que desrespeitou toda legislação existente no País. A menor das irregularidades cometidas foi conceder “Confidencialidade” aos termos da operação aprovada. Foi desrespeitada a determinação legal para que não ocorra a cassação da autorização da sociedade estrangeira funcionar no País; esta deverá tornar público todos os seus dados econômicos, societários e administrativos, inclusive de suas sucursais (art. 1.140, CC).

SOCIEDADES ESTRANGEIRAS FUNCIONANDO NO TERRITÓRIO BRASILEIRO CONTRÁRIAS A ORDEM PÚBLICA DO BRASIL
E mais, conforme constante do artigo 1.134 do Código Civil, se faz necessária para que a sociedade estrangeira possa funcionar no território brasileiro prévio exame da legitimidade de sua constituição no exterior e a verificação de que suas atividades não sejam contrárias a ordem pública no Brasil.
O Poder Executivo poderá, ou não, conceder a autorização para uma sociedade estrangeira funcionar no Brasil, estabelecendo condições que considerar convenientes à defesa dos interesses nacionais (art. 1.135, CC). Segundo a assessoria de imprensa do CADE, na tramitação da analise foi-se observado o regimento, evidente que um regimento não pode se sobrepor a lei.

PORQUE O CADE NÃO ANALISOU Á CRITÉRIO?
Nada disto foi observado e agora, a exemplo da briga instaurada entre as famílias Faria e Neves, o divorcio entre Aécio Neves e Oswaldo Borges da Costa fatalmente se transformará num dos maiores escândalos da historia recente do País e poderá levar Minas Gerais a perder a propriedade sobre a jazida de Nióbio.
Principalmente as Forças Armadas veem promovendo gestões para federalizar, a exemplo da Petrobras, a exploração de Nióbio.

RELATÓRIOS COMPROVAM ESQUEMA CRIMINOSO DE SUBFATURAMENTO DO NIÓBIO
Relatórios confidenciais da Abim e da área de inteligência do Exército demonstram como operou o esquema criminoso de subfaturamento montado pela CODEMIG/ CBMM, através da Cia de Pirocloro de Araxá. A assessoria de imprensa da CBMM, da CODEMIG e do senador Aécio Neves foram procuradas e não quiseram comentar o assunto.
O assunto “Nióbio” é amplo, não tendo como esgotá-lo em apenas uma matéria, desta formaNovojornal publicará uma série de reportagens ouvindo as diversas áreas envolvidas no tema.
Nota da Redação (atualizado às 15:26 de 21/12/2012)
O valor da venda de 15% da CBMM, ao contrário dos R$ 2 bilhões de reais, constante na matéria, foi de US$ 2 bilhões de dólares. Desta forma, 100% das ações da CBMM equivalem a US$ 28 bilhões de dólares, levando em conta que a arrecadação total anual do Estado de Minas Gerais é de R$ 32 bilhões de reais, o valor das ações da CBMM representa quase o dobro do arrecadado.
(US$ 28 bilhões de dólares x R$ 2 reais = R$ 56 bilhões de reais).

Documento que fundamenta esta matéria

Aprovação pelo CADE da venda de 15% das ações da CBMM para empresa estatal japonesa e o fundo de investimento coreano. Em seu ítem 3.2, confessa que os adquirentes passam a influir na CBMM, omitindo o poder de veto


LINK da Matéria :

http://sergiorochareporter.com.br/acao-bilionaria-envolve-aecio-e-anastasia-na-exploracao-de-niobio-em-araxa/


<><><><><><><><><><><><><><><><>


Não esquecendo desse que vai assumir o país como Presidente da República, Michel Temer,mas para não alongar a matéria,deixo abaixo o link de minha outra matéria em que falo um pouquinho do Vice que assume a Presidência:



Na Operação Castelo de Areia, que investigou propinas pagas pela empreiteira Camargo Corrêa para a obtenção de contratos com o governo,Michel Temer,teve seu nome citado 21 vezes, entre 1996 e 1998, sempre ao lado de valores que somavam US$ 345 mil. A Castelo de Areia foi suspensa em 2010 pelo Superior Tribunal de Justiça. A Camargo Corrêa voltou a aparecer na Lava Jato: na casa de um dos executivos foi encontrada uma tabela impressa, com nomes por extenso e em letra de forma, que relaciona Temer a dois pagamentos de US$ 40 mil.

http://danielcorrea79.blogspot.com/2016/04/nao-somos-um-pais-pobresomos-um-pais.html?spref=fb


Para deixar bem claro minha posição,eu não defendo bandeiras de partidos políticos,eu defendo a Bandeira do meu país,eu defendo a Minha Nação!






E repito mais uma vez,só uma Intervenção Militar Constitucional salva esse país.