quarta-feira, 9 de abril de 2014

Vamos recordar,vamos relembrar,vamos raciocinar,vamos analisar,e no final de tudo,vamos nos envergonhar!!! E no final,verás que o tempo acabou,e o futuro de nossa Nação,se dilacerou por omissão de um povo que se acovardou-se e que acredita em eleições nesse ano,e que poderão mudar o rumo do país pelo voto.

Vamos recordar,vamos relembrar,vamos raciocinar,vamos analisar,e no final de tudo,vamos nos envergonhar!!! E no final,verás que o tempo acabou,e o futuro de nossa Nação,se dilacerou por omissão de um povo que se acovardou-se e que acredita em eleições nesse ano,e que poderão mudar o rumo do país no voto.

Vamos recordar:

PT condenou divulgação das gravações do caso Celso Daniel, mas endossa vazamentos do Cade.

Até agora nada e ninguém foi condenado pela morte do Prefeito Celso Daniel de Santo André,quem foi o assassino ou assassinos?





Confira abaixo os principais trechos das gravações telefônicas do caso Celso Daniel, divulgadas à época com exclusividade pelo ucho.info. Em uma delas, o atual ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República, e Ivone Santana tratam a morte de Celso Daniel com frieza.

___________________________________________________

Vamos relembrar:



Testemunho do PRÉ-SAL.
Carlos Galani Dos Santos

Em 1978, eu, Carlos Galani dos Santos, trabalhei em uma plataforma marítima de prospecção de petróleo na bacia de Santos. A concessão da área era da British Petróleun, a plataforma era da Pennzóil e a firma em que eu trabalhava, como Auxiliar de Geólogo, era a Oil, (Ocean Inchcape do Brasil). A plataforma tinha o nome de SEDCO 706.










A base era em São Sebastião, de onde saia o helicóptero que nos levava para a plataforma. O tempo de voo era de uma hora e distava aproximadamente 200 KM, já na beira da plataforma continental do Brasil. Com tempo bom se avistava da plataforma a claridade da cidade do Rio de Janeiro em noites claras. Estas informações é para que se situem na localização aproximada.
Pois bem, meu trabalho consistia em recolher amostras coletadas das brocas de perfuração, trata-las e analisa-las quanto à presença de carbono, o que indicaria a possibilidade de haver ou não petróleo naquele furo.



Ciclo do carbono

shale7
 E, sim, havia carbono em quase todos os furos que eram feitos. Mas, a profundidade em que eram encontrados estes indícios da possibilidade de haver petróleo tinham uma lâmina d´água na média de 176 metros e os furos eram todos com mais de 3.000 metros!!! Foram centenas de furos e todos devidamente marcados quanto à localização e lacrados com cimento, pois não havia na época tecnologia para que se retirasse o petróleo em segurança, como não temos até hoje.


Imaginem minha indignação quando este desgoverno começou à usar estas informações como se fossem "novidades" descobertas por "eles" em... 2005 !!!
De lá para cá, iludiram o país inteiro, com a conivência dos políticos, que certamente também tinham estas informações que lhes passo aqui, com a possibilidade, ainda impossível, do país ficar "rico" com este petróleo inviável economicamente, ao menos no atual momento.
Era isto que tinha para dizer, meu testemunho de que nosso governo mente, e mente em tudo o mais, inclusive quando se diz "democrático", pois sabemos que o viés é totalitário. 
Mentem somente... lastimavelmente...


Os Geólogos denunciam. A Petrobrás perdeu 208 bilhões de dólares. O Pré-sal foi descoberto em 1974, no governo Geisel. Foi mapeado no governo Itamar Franco. Foi declarado , no governo Fernando Henrique, como exploração inviável. No mundo inteiro não há tecnologia para extrair petróleo do Pré-sal.


Lula, com o governo em queda, resolveu enganar o povo, dizendo que descobriu o Pré-sal e que os problemas do Brasil estariam resolvidos. O que surpreende é que os políticos  e governadores "aliados", brigam por sua "divisão". Divisão de quê ?O governo Distribuiu dinheiro da Petrobrás à rodo para Petistas e aliados, Cut, Sem-terra. Une, etc., na compra de votos. O povo não sabe nem quer saber. A ignorância é geral. O importante é o PT, LULA E Dilma. O dinheiro acabou. A Petrobras faliu, Agora importa gasolina, oleo, alcool de milho, etc.

____________________________________________________

Vamos raciocinar:


« 25 de abril de 1974, o comunismo chega ao poder em Portugal.Amigo de Lula e tirano da Venezuela não emplaca 2013 dizem médicos »
As Farc, PT, Beira-Mar
Maldito o homem que confia no homem.

“Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR!” (Jeremias 17:5 ACF) Os seres humanos têm uma tendência natural de colocar suas esperanças em outro ser humano. Basta ver a fé que muitos depositam até hoje em Karl Marx, um satanista que criou uma teoria política responsável por mais de 100 milhões de assassinatos. Literalmente, milhões de vítimas inocentes sabem, por experiência própria, o que é maldição: confiaram no homem e suas promessas comunistas e terminaram em total desilusão.

O pior é quando homens e mulheres que dizem conhecer a Deus escolhem confiar os projetos de sua vida e do próprio país nas mãos de homens com mínima aparência de temor a Deus. O resultado é sempre maldição (em dose dupla): acabam colhendo as conseqüências de sua má escolha e acabam, percebendo ou não, se distanciando de alguma forma do Senhor. Deve-se colocar a esperança diretamente em seres humanos? Deve-se confiar em Julio Severo ou qualquer outro homem mortal? A resposta enfática é não. Deve-se confiar diretamente no Senhor: “Bendito o homem que confia no SENHOR, e cuja confiança é o SENHOR.” (Jeremias 17:7 ACF) Quem confia no Senhor, primeiramente conversa com ele e aguarda uma resposta dele antes de tomar uma decisão envolvendo outro ser humano ou uma questão humana importante. Se, por exemplo, os cristãos do Brasil tivessem consultado a Deus antes das eleições passadas, o Brasil teria hoje um presidente e outros líderes cuja principal determinação é promover o homossexualismo e o aborto? Contudo, eles preferiram confiar no próprio coração: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” (Jeremias 17:9 ACF).

Depois, preferiram confiar em seres humanos. Entre os evangélicos, a confiança primeiramente foi depositada aos pés de grandes homens evangélicos que viam em Lula o homem ideal para resolver os problemas do Brasil: “Aproximei Lula dos evangélicos, os quais, durante anos, o chamavam de ‘diabo’. Muitas foram as oportunidades que criei para que ele tivesse a chance de se deixar perceber pela igreja”. — Confissão de Caio Fábio, referindo-se ao seu papel como anjo esquerdista atuando nas sombras durante muitos anos antes da eleição de Lula. “Temos a obrigação de entrar de cabeça na campanha do Lula… Vote em quem tem ética. Vote no PT”. — Declaração do Bispo Carlos Rodrigues, em 2002. “Lula tem também declarado acreditar nos valores maiores das Escrituras Sagradas, como Deus, família, moral, ética, liberdade religiosa, democracia…” — Posição oficial do Conselho de Bispos da Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra, em 2002. Confiando na palavra desses e muitos outros grandes homens, o povo evangélico entregou seu voto para Lula e o PT. O resultado? O filósofo Olavo de Carvalho faz, em seu artigo “O perigo sou eu” no Diário do Comércio de 24 de setembro de 2007, uma breve cronologia do namoro das Farc (o maior grupo terrorista de narcotraficantes esquerdistas do mundo) com o PT: Abril de 2001: o traficante Fernandinho-Beira Mar confessa que compra e injeta no mercado brasileiro, anualmente, duzentas toneladas de cocaína das Farc em troca de armas contrabandeadas do Líbano. 7 de dezembro de 2001: o Foro de São Paulo, coordenação do movimento comunista latino-americano, sob a presidência do sr. Luís Inácio Lula da Silva, lança  manifesto de apoio incondicional às Farc, no qual classifica como “terrorismo de Estado” as ações militares do governo colombiano contra essa organização. 17 de outubro de 2002: O PT, através do assessor para assuntos internacionais da campanha eleitoral de Lula, Giancarlo Summa, afirma em nota oficial que o partido nada tem a ver com as Farc e que o Foro de São Paulo é apenas “um foro de debates, e não uma estrutura de coordenação política internacional”. 1º de março de 2003:

O governo petista estende oficialmente seu manto de proteção sobre as Farc, recusando-se a classificá-las como organização terrorista conforme solicitava o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe. 24 de agosto de 2003: O comandante das Farc, Raul Reyes, informa que o principal contato da narcoguerrilha no Brasil é o PT e, dentro dele, Lula, Frei Betto e Emir Sader. 15 de março de 2005: Estoura o escândalo dos cinco milhões de dólares das Farc que um agente dessa organização, o falso padre Olivério Medina, afirma ter trazido para a campanha eleitoral do sr. Luís Inácio Lula da Silva. O assunto é investigado superficialmente e logo desaparece do noticiário. 2 de julho de 2005: Discursando no 15º Aniversário do Foro de São Paulo, o sr. Luís Inácio Lula da Silva entra em contradição com a nota de 17 de outubro de 2002, confessando que o Foro é uma entidade secreta, “construída para que pudéssemos conversar sem que parecesse e sem que as pessoas entendessem qualquer interferência política”, que essa entidade interferiu ativamente no plebiscito venezuelano e que ali, em segredo, ele próprio tomou decisões de governo junto com Chávez, Fidel Castro e outros líderes esquerdistas, sem dar ciência disto ao Parlamento ou à opinião pública. 9 de abril de 2006: o chefe da Delegacia de Entorpecentes da PF do Rio, Vítor Santos, informa ao jornal O Dia que “dezoito traficantes da facção criminosa Comando Vermelho — entre eles pelo menos um da Favela do Jacarezinho e outro do Morro da Mangueira — vão periodicamente à fronteira do Brasil com a Colômbia para comprar cocaína diretamente com guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc),.

Os bandidos são alvo de investigação da Polícia Federal. Eles ocuparam o espaço que já foi exclusivo de Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar”. 12 de maio de 2006: o PCC em São Paulo lança ataques que espalham o terror entre a população. Em 27 de dezembro é a vez do Comando Vermelho fazer o mesmo no Rio de Janeiro. 18 de julho de 2006: o Supremo Tribunal Federal, sob a pressão de um vasto movimento político orquestrado pelo PT, concede asilo político ao falso padre Olivério Medina, agente das Farc. 16 de maio de 2007: o juiz Odilon de Oliveira, de Ponta-Porã, divulga provas de que as Farc atuam no território nacional treinando bandidos do PCC e do Comando Vermelho em técnicas de guerrilha urbana. 12 de fevereiro de 2007: as Farc fazem os maiores elogios ao PT por ter salvo da extinção o movimento comunista latino-americano por meio da fundação do Foro de São Paulo. Agosto de 2007: Nos vídeos preparatórios ao seu 3º Congresso, o PT admite que seu objetivo é eliminar o capitalismo e implantar no Brasil um regime socialista; e fornece ainda um segundo desmentido à nota de Giancarlo Summa, ao confessar que o Foro de São Paulo é “um espaço de articulação estratégica” (sic). 19 de setembro de 2007:

Lula oferece o território brasileiro como sede para um encontro entre Hugo Chávez e os comandantes das Farc. Além das ligações com narcotraficantes, o governo Lula vem se destacando em posturas contrárias a Israel e a favor de muçulmanos terroristas, militantes gayzistas, feministas abortófilas, etc. O erro grave do voto evangélico em Lula significa que os evangélicos não devem votar em ninguém para presidente ou outro cargo político? Claro que não. O que precisamos fazer — em vez de confiar em “grandes” seres humanos mortais para orientar nosso voto — é consultar primeiramente a Deus, e ele fará a indicação certa para nós.

“Maldito o homem que confia no homem” significa que, ainda que eu mesmo (um simples ser humano mortal) dê uma recomendação eleitoral ou espiritual, você colherá desilusão se confiar em tudo o que digo. Sua responsabilidade é levar até a presença de Deus minha sugestão e pedir a orientação e decisão final dele. Esse mesmo princípio é válido para todos os casos envolvendo seres humanos mortais, mesmo que tenham o título de pastor, bispo, presbítero e apóstolo. É fundamental consultar a Deus antes de seguir um homem de carne e osso e seus conselhos. Esse é o sentido real de “Bendito o homem que confia no SENHOR”.


Fonte: www.juliosevero.com.br

_________________________________________________

Vamos analisar :

"Inquéritos sobre Empresa do Filho de Lula são arquivados".


Investigações do caso Gamecorp corriam em Brasília e em São Paulo.
Segundo Procuradoria do DF, não havia provas para prosseguir apurações.

Do G1, em Brasília

A Procuradoria da República do Distrito Federal (PR-DF) divulgou nota nesta sexta-feira (9) na qual afirma que dois inquéritos que apuravam irregularidades nos negócios de Fábio Luís Silva, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foram arquivados. A Procuradoria diz que, em ambos os casos, não havia provas para o prosseguimento das apurações.
A informação sobre arquivamento da investigação foi publicada na edição desta sexta do jornal "Folha de S.Paulo".
A empresa Gamecorp, que tinha Fábio Luís Silva como acionista, foi investigada pelo recebimento, em 2005, de um aporte no valor de R$ 5 milhões da Telemar, empresa de telefonia que se fundiu posteriormente com a Brasil Telecom para criar a Oi. Segundo as denúncias, após o aporte, o governo Lula alterou as regras do setor para permitir que a Telemar se unisse à Brasil Telecom.
A Gamecorp foi criada em 2004 com a finalidade de produzir conteúdo para o público jovem, principalmente dicas para jogos de videogame.
Inquérito civilSegundo a nota, o inquérito que corria em Brasília investigava apenas se havia irregularidade na participação da Telemar na Gamecorp e "não tem qualquer atribuição criminal". O arquivamento foi pedido em agosto de 2010 e confirmado em agosto deste ano.
A Procuradoria afirma que o inquérito foi arquivado porque verificou-se que não havia irregularidade no aporte. “Não foi possível obter qualquer prova que demonstre efetivamente que o investimento da Telemar na Gamecorp exerceu influência na posterior alteração da norma que veio a permitir a compra da Brasil Telecom. [...] Tampouco se obteve prova de que o investimento se deu em razão da presença do filho do presidente da República no quadro societário da Gamecorp”.
Inquérito criminalEm relação à investigação criminal sobre tráfico de influência do filho de Lula para a autorização da fusão entre Telemar e Brasil Telecom, que corria em São Paulo, o arquivamento se deu em maio de 2012.
"Referido inquérito foi arquivado em maio de 2012 pela Justiça Federal em São Paulo, por não haver provas que apontassem concretamente o recebimento ou promessa de vantagens a pretexto de influenciar a atuação de funcionário público", diz a nota.
Confira a íntegra da nota:
"Nota à imprensa: esclarecimentos sobre caso Gamecorp
Acerca da reportagem “Investigação sobre negócios de filho de Lula é arquivada”, publicada hoje, 9 de novembro de 2012, no jornal Folha de S. Paulo, a Procuradoria da República no DF (PR/DF) tem a esclarecer o seguinte:
Desdobramento cível
Embora a reportagem afirme que o objetivo do inquérito civil público (ICP) era “apurar suspeita de tráfico de influência em 2005”, o objeto da investigação era averiguar “suposta irregularidade na participação societária da Telemar Internet Ltda na empresa Gamecorp S/A, em virtude de eventual influência do BNDES, acionista da holding Telemar Participações S/A”, conforme expresso na portaria de instauração nº 313/2008, sob titularidade do 2º Ofício da Ordem Econômica e Consumidor da PR/DF, que não tem qualquer atribuição criminal.
Ressalta-se que não era objeto do ICP investigar tráfico de influência ou qualquer outro crime. Tratava-se de investigação de caráter cível, para analisar possível irregularidade na participação de uma concessionária de serviço público (Telemar) em empresa montada pelo filho do então presidente da República e seus possíveis reflexos na regulação do serviço telefônico fixo comutado, mormente diante da posterior fusão entre a Telemar e a Brasil Telecom. Assim, o foco da investigação conduzida pela PR/DF era verificar se o investimento realizado pela Telemar na empresa Gamecorp poderia ter violado alguma norma referente ao serviço de telefonia fixa e trazido algum prejuízo aos respectivos consumidores, sobretudo diante da suspeita de que a fusão entre a Telemar e a Brasil Telecom somente teria sido aprovada em razão do investimento na Gamecorp.
No curso da investigação, foi apurado que o BNDES não concedeu qualquer empréstimo nem efetuou aporte de capital para que a Telemar investisse na Gamecorp e tampouco participou daquela decisão empresarial. É importante notar que, como a Telemar e a Gamecorp são instituições privadas, são livres para investir e participar em outras empresas. A promoção de arquivamento elaborada pelo procurador da República Marcus Goulart, em novembro de 2010 (citada na matéria da Folha), deixa claro que “não foi possível obter qualquer prova que demonstre efetivamente que o investimento da Telemar na Gamecorp exerceu influência na posterior alteração da norma que veio a permitir a compra da Brasil Telecom” e que “tampouco se obteve prova de que o investimento se deu em razão da presença do filho do presidente da República no quadro societário da Gamecorp”.
Quanto à fusão entre Brasil Telecom e Oi, é necessário registrar as seguintes medidas tomadas pelo Ministério Público Federal (MPF):
a) instauração dos ICPs nº 1.16.000.001086/2008-38 (com foco na atuação da Anatel) e nº 1.34.001.003921/2008-46 (acompanhando investigação da Comissão de Valores Imobiliários - CVM);
b) expedição de duas recomendações à Anatel, questionando diversas omissões e contradições da agência;
c) realização de reuniões entre superintendentes da Anatel e o Grupo de Trabalho de Telefonia, da 3ª Câmara de Coordenação e Revisão da Procuradoria Geral da República (PGR), nas quais foi explicitamente questionado o indevido apressamento na análise da anuência prévia da fusão entre Brasil Telecom e Oi em função de prazo contratual privado;
d) tendo em vista o descumprimento das recomendações, o MPF ajuizou a ação nº 2008.34.00.040371-1, visando impedir a deliberação da anuência prévia antes da edição do Plano Geral de Metas de Competição, pedido posteriormente convertido em pedido de anulação da anuência prévia, infelizmente ainda sem sentença da Justiça;
e) diante da demora na decisão judicial, o MPF acompanhou o cumprimento das condicionantes impostas à fusão pela Anatel.
Desdobramento criminal
A investigação sobre possível tráfico de influência foi realizada no âmbito do Inquérito Policial 1094/2011-1, instaurado pela Polícia Federal em São Paulo, sem qualquer influência ou atuação da PR/DF. Referido inquérito foi arquivado em maio de 2012 pela Justiça Federal em São Paulo, por não haver provas que apontassem concretamente o recebimento ou promessa de vantagens a pretexto de influenciar a atuação de funcionário público.
Esclarecemos, ainda, que a colheita de depoimentos sugerida pela reportagem não teria qualquer utilidade probatória no inquérito, eis que inexistem testemunhas sobre a tal suspeita de tráfico de influência. Sem medidas de interceptação de comunicações telefônicas e de dados em tempo real, é quase impossível investigar esse tipo de ilegalidade, até porque não se espera que os investigados se dirijam à Polícia ou ao Ministério Público para confessar os fatos nem que registrem essas tratativas em documentos.
Quando não há provas para embasar acusações nem meios legais e reais de obtê-las, é dever do MPF proceder ao arquivamento dos autos, para não favorecer nem perseguir essa ou aquela agremiação política."

__________________________________________________

Vamos nos envergonhar:

Sabendo de tudo isso,acima são poucos os casos aqui postados,mas são alguns deles no desgoverno de Lula,onde em 8 anos no poder, foram mais de 400 casos de corrupção,como eu disse o povo sabendo de tudo isso,abaixo um caso para envergonhar o Brasil!


31/10/2010 - 20h07

Dilma é eleita primeira mulher presidente do Brasil.






Após quatro meses de uma campanha em que temas morais e religiosos ofuscaram propostas concretas sobre temas importantes à nação, Dilma Rousseff é eleita a primeira presidente da história brasileira. A candidata petista derrotou o tucano José Serra em um segundo turno em que a abstenção superou os 20 milhões de eleitores.
Com mais de 99% dos votos apurados, a sucessora de Luiz Inácio Lula da Silva não vai alcançar a votação de 2006 do atual presidente. Naquele ano, Lula obteve mais de 58 milhões de votos, e Dilma somou cerca de 55 milhões.

Na comparação com o primeiro turno, Serra conseguiu reverter o resultado favorável à petista no Rio Grande do Sul e no Espírito Santo. No início do mês, Dilma venceu em 18 Estados, Serra levou em oito, e Marina Silva foi a mais votada no Distrito Federal. As urnas abertas neste domingo deram a petista como vitoriosa em 15 Estados e no Distrito Federal, e o tucano vencendo em 11 Estados.

Dilma confirmou a força do PT no Nordeste, vencendo em todos os Estados da região, em alguns deles com votação superior a 70% dos votos válidos como Maranhão e Pernambuco. A presidente eleita também teve uma vitória importante em Minas Gerais, reduto do PSDB que elegeu o tucano Antônio Anastasia em primeiro turno.

Filiada ao PT há menos de uma década, a ex-pedetista Dilma conquistou seu primeiro cargo público pelo voto. No fim dos anos 80, ninguém pensava que a secretária de Finanças de Porto Alegre iria tão longe.

O mesmo se passou com quem a visse na mesma pasta do governo gaúcho, anos depois. Agora ela terá quatro anos para provar se é capaz de atuar como protagonista, e não como uma mera coadjuvante.

Sem programa

Dilma não precisou de uma Carta ao Povo Brasileiro –nos moldes da divulgada por Lula antes da campanha de 2002, indicando que não faria mudanças radicais na economia.
Mas, no segundo turno, comprometeu-se com questões religiosas. Após uma campanha contra ela em igrejas católicas e templos evangélicos, prometeu não enviar ao Congresso projetos que interfiram nesses assuntos. Assim, estancou a polêmica sobre sua posição a respeito da liberação do aborto.
“Em uma campanha com candidatos tão parecidos, essa carta foi um momento importante porque evitou maior acirramento e colocou as coisas no lugar”, disse ao UOL Eleições o cientista político Luciano Dias, do Ibep (Instituto Brasileiro de Estudos Políticos).

“A Dilma neobeata foi mais um sinal de pragmatismo. É um sinal de que a governabilidade será tão ou mais importante do que foi para Lula, já que ela não tem o mesmo estofo”, afirma Dias.
A presidente eleita insistiu tanto na defesa de avanços recentes que nem sequer apresentou plano de governo. “Sabemos o que acontecerá na parte econômica? Não. Sabemos se haverá reformas? Não. O que sabemos é que Dilma terá a sombra de Lula do começo ao fim de seu governo”, afirma Cláudio Couto, da FGV (Fundação Getúlio Vargas). "O sinal dado por sua campanha é de que as coisas vão continuar mais ou menos como estão.”

Ainda assim, com tantas dúvidas sobre o que virá, não houve solavancos no mercado financeiro. Está subentendido que serão mais quatro anos de autonomia não-formal do Banco Central, de câmbio flutuante, de investimento em infraestrutura e de medidas macroeconômicas em fatias, raramente em forma de pacotes. “A conversão do PT já está feita. Lula vai sair carregado nos braços, e o mercado já não liga”, afirma Dias.

A volúpia do PMDB e de aliados à esquerda, como PSB e PCdoB, mais poderosos depois das eleições 2010, também acende dúvidas sobre se a presidente eleita será capaz de acomodar tantos aliados de primeira hora em seu governo.
Adversários acusam e aliados reconhecem: Dilma não terá a mesma capacidade de articulação exercida por Lula. “E seria diferente se Serra vencesse?”, pergunta Couto.

Sem teflon

Na campanha, a presidente eleita mostrou que aprendeu mais uma lição de seu maior defensor: deixar pelo caminho aliados que se envolvam em práticas suspeitas.

Na reta final das eleições, Dilma sofreu ataques dos adversários por conta de sua ex-braço direito na Casa Civil, Erenice Guerra, demitida do ministério depois que seu filho se envolveu com lobistas. Lula fez o mesmo com José Dirceu e Antonio Palocci.
“Não vou aceitar que se julgue a minha pessoa com base no que aconteceu com um filho de uma ex-assessora”, disse Dilma. As pesquisas citaram o caso Erenice como principal fator para a disputa do segundo turno.

“A popularidade do Lula é resultado de décadas. A maior parte da popularidade de Dilma não vem dela mesma”, afirma Dias, do Ibep. “Até pela folgada maioria no Congresso, ela será mais observada pela mídia.”

Alguns dizem que Dilma esquentará o principal assento do Palácio do Planalto para que Lula retorne em 2014. Outros preferem vê-la como uma mulher forte, que sobreviveu à prisão e ao câncer para golpear um cenário político repleto de caras antigas. Uns tantos a consideram uma burocrata que terá dificuldades para conduzir o país por falta de ginga com os políticos de Brasília.

Com uma trajetória que só começou a ser conhecida há poucos meses, talvez o Brasil precise de quatro anos para saber a resposta.
Faltam referências –e plano de governo divulgado– para definir-se o que Dilma buscará de diferente em relação a Lula. Se é que fará isso. O dado concreto –como a própria gosta de dizer– é que ela ascendeu de figurante em 2002 a estrela em 2010.


Aqui foram só algumas dos muitos e muitos atos de corrupção que foram postados em meu blog,é só para lembrar,pois o povo brasileiro esquece muito rápido as coisas que acontece em nosso país,acorda Brasil!

_________________________________________________


Vocês lembrando de tudo isso,sabendo que o país está sendo dilacerado e levado ao Socialismo Bolivariano,a uma Ditadura por esse desgoverno que já se completa 12 anos,onde eles cirurgicamente vieram implantando o Regime Castro Comunista,e esse ano será implantado de vez em nossa nação assim como foi feito na Venezuela,vocês ainda ficam estagnados.


A Venezuela é um espelho e o que acontece lá,é refletido aqui!


 E no final,verás que o tempo acabou,e o futuro de nossa Nação,se dilacerou por omissão de um povo que se acovardou-se, e que acredita em eleições nesse ano,e que poderão mudar o rumo do país pelo voto.








Brasil,meu povo brasileiro,não sejam covardes e deixem de se revoltar só nas redes sociais,vem pras RUAS MEU BRASIL,É A ÚNICA SAÍDA!