quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

As Farc adiverte sobre mais gerra se não pararem ameaças contra a esquerda política na Colômbia.

Farc advierte sobre más guerra si no paran amenazas contra la izquierda.

As Farc adiverte sobre mais gerra se não pararem ameaças contra a esquerda política na Colômbia.




El jefe guerrillero Pablo Catatumbo, informó a través de un comunicado desde la Habana, “Si el Gobierno del presidente Santos no es capaz de controlar y ponerle freno al sector militarista enemigo de la paz, y a los grupos paramilitares que amenazan abiertamente con hacer abortar el proceso, nos veremos abocados inexorablemente a seguir en guerra”.
Dijó además, que es necesario frenar la ola de violencia en contra de los líderes de la oposición y enumeró los hechos noticiosos que aparecen contra Petro, la UP y contra los líderes de la Marcha Patriotica.
En su comunicado, además señala: “o el gobierno cambia este contexto o se alista para el escalonamiento del conflicto”.
Pablo Catatumbo pidió una pronta solución argumentando que estos actos violentos perjudican directamente las negociaciones en busca de la paz.

O líder guerrilheiro Pablo Catatumbo, disse através de um comunicado de Havana em Cuba, "Se o governo do presidente Santos não é capaz de controlar e conter o setor militarista inimigo da paz e grupos paramilitares que abertamente ameaçam interromper o processo, vamos inexoravelmente fadado a seguir na guerra. "

Ele disse que é necessário para conter a onda de violência contra os líderes da oposição e enumerou os eventos de notícias que aparecem contra Petro, a UP e contra os líderes da Marcha Patriótica. 


Na sua declaração, também afirma: "ou o governo muda neste contexto ou estará pronto para escaladas de conflitos." 

Pablo Catatumbo solicitou uma discussão inicial que estes actos violentos prejudicam diretamente as negociações em busca de paz.

De férias em Cuba (Havana) em um iati, mandam ameaças ao governo Colombiano.



________________________________________________________________________


Enquanto isso aqui no Brasil:





Já não sabendo como esconder seus planos para o Brasil e para América Latina,os ditadores comunistas vão acelerar o caos em seus países.


Levantem-se e lutem brava gente brasileira,o comunismo está próximo de bater em nossas portas.


A saída é uma Intervenção Militar,este ano não teremos uma eleição,não temos uma oposição,são todos unidos em uma só causa,implantar o comunismo em nosso país.

Vem pras ruas vem!!!





Enquanto ainda temos tempo.