quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Carta aberta de um escritor cubano,que pede justiça,e diz: Não vou pedir-lhes para se juntar a campanha e para falar sobre isso, apenas convidá-los para guardar em sua consciência de que alguém está preso por exigir um fim do terror e de se expressarem livremente,e mesmo que hoje vocês sentem dando retribuição ao silêncio.Que o mundo saiba as atrocidades dos ditadores de Cuba (Irmãos Castro)

¡Liberen a Sonia Garro! #FreeSonia (carta abierta)


Libertem a Sônia Garro! #FreeSonia (Carta aberta)



Cubanos,

Se que a ustedes les aterroriza hablar de política en público, pero permítanme al menos hacer uso de mi libertad inherente a todo ser humano. Hoy, estamos pidiendo libertad para Sonia Garro, presa de conciencia hace más de un año y medio; y aún no se le ha realizado juicio,


Eu sei que a vocês lhes apavora falar de política em público, mas deixe-me pelo menos fazer uso da minha liberdade inerente a todo ser humano. Hoje, nós estamos pedindo liberdade para Sonia Garro, uma prisioneira de consciência por mais de um ano e meio, e ainda não fez seu julgamento,


Yo no soy político, ni militante del Partido ni disidente; soy un cubano común y corriente preocupado por el sistema arbitrario de encarcelamiento a quien se opone abierta y pacíficamente al gobierno de Cuba.


Eu não sou um político, nem um membro de um Partido ou dissidente, sou um cubano comum preocupado pelo  sistema de detenção arbitrária que se opõe aberto e pacificamente ao governo de Cuba.


Tampoco soy juez para determinar si Sonia es culpable o no, pero cada día que pasa sin juicio en prisión, su inocencia grita más fuerte.


Nem sou juiz para julgar se Sonia é culpado ou não, mas a cada dia que passa sem julgamento na prisão, a sua inocência grita mais alto.


No les pediré que se unan a la campaña ni que se pronuncien al respecto; sólo les invito a que guarden en su conciencia que alguien está encarcelado por exigir fin al terror de expresarse libremente, el mismo que hoy sienten ustedes dándole retribución al mutismo.


Não vou pedir-lhes para se juntar a campanha e para falar sobre isso, apenas convidá-los para guardar em sua consciência de que alguém está preso por exigir um fim do terror e de se expressarem livremente,e mesmo que hoje vocês sentem dando retribuição ao silêncio.


Mi respeto para Sonia, para cualquier madre, padre o ser vivo detenido en este mundo por decir lo que piensa. Mi voz no puede perderse entre el eco de la injusticia.


Meu respeito por Sonia, para qualquer pai ou mãe,ou de qualquer ser vivo neste mundo preso por dizer o que pensa. Minha voz não se perder entre o eco da injustiça.


¡Liberen a Sonia Garro!


Libertem a Sonia Garro!


¡Liberen a Sonia Garro!


Libertem a Sonia Garro!





Esse é o exemplo de regime que querem implantar no Brasil!!!


Fonte: Pérez.
Bloguero y escritor cubano. Amante de la democracia, la libertad y los Derechos Humanos. Defensor de la pluralidad de criterios y modos de expresión. Vivo en La Habana.